6.6.12

moises

Deus, vendo aquela seca toda e a sede enorme do povo, mandou Moisés "tocar" a rocha, com carinho, delicadamente — para que esta vertesse água. Mas Moisés foi lá com seu cajado e deu duas cacetadas na rocha. Jorrou água da mesma forma, mas já não era água benta. Só por isso Deus não lhe concedeu o direito de entrar na Terra Prometida: só a viu de longe. Deus o castigou pelo nervosismo. Quem se propõe a conduzir um povo não pode jamais perder as estribeiras. Quem não tem domínio dos estados de espírito nunca entrará no Reino de Deus. Mesmo que se chame Moisés...

Embora Moisés possa ter sido apenas uma construção literária, e mesmo que tudo não passe de uma fábula, eu gosto da história. Tirar água da rocha é uma metáfora sensacional. Segundo a Bíblia, Êxodo e Números, parece-me, Deus mandou Moisés "falar à rocha". Traduzindo para uma linguagem mais poética: tocar o coração da rocha. Mas Moisés (irado como um líder nunca deve ser) deu duas cacetadas nela. Vou ler um pouco mais a respeito e depois continuo. Enquanto isso, veja pelo menos o começo do belíssimo filme Moisés, com Ben Kingsley no papel principal.

5 comentários:

Edson Marques disse...

Deus, vendo aquela seca toda e a sede do povo, mandou Moisés tocar na rocha, com carinho, delicadamente. Mas Moisés foi lá com seu cajado e deu uma cacetada na rocha. Jorrou água da mesma forma, mas já não era água benta. Só por isso Deus não lhe deu carona para a Terra Prometida. Quem não tem domínio dos estados de espírito nunca entrará no Reino de Deus. Mesmo que se chame Moisés...



Essa parábola da cacetada na rocha me foi contada por meu professor Samuel, que também era o Pastor da Igreja Batista do Sétima Dia, na minha adolescência.

Não sei se está exatamente assim na Bíblia. Vou depois verificar.

É a vida.

Edson Marques disse...

Essa história de Moisés me foi confirmada hoje pela Pastora Lenira, que recentemente conheci. Que me deu alguns detalhes desconhecidos por mim, e até concordou com essa minha visão poética (e respeitosa) da história... Minha linguagem, de certo modo, traduz a fábula.

E a Pastora ainda me disse para ler mais a respeito, na Bíblia. Êxodo 17.5 e Números 20.11. É o que farei, ainda hoje.

Crista disse...

Leia e depois continue,para eu poder saber!

Mi disse...

Edson, se os créditos do poema são seus, desculpe a fonte que utilizei foi o pensador.
Vou acrescentar seu nome.
Bom feriado.
Mi

Mi disse...

Acrescentei seu vídeo também, dando os devidos créditos. Obrigada.
Mi