28.5.12

te deixarei voando

Se eu já te amasse tudo deixaria agora mesmo de te amar o resto, meu amor. No dia em que atingirmos o pico, nosso amor se completa. Por isso, quando a hora chegar, te deixarei voando...

Que não se perca o triplo sentido da minha última frase. Este é o ponto: Te deixar voando. Porque, na maioria das vezes, quando as relações ditas amorosas se quebram, um sempre deixa o outro caído, espezinhado, humilhado. Nas separações ditas amorosas, raramente se deixa o outro em condições de voar — e voando! Mais precisamente: é raro querer deixá-lo assim. Quase sempre impera o rancor (quando não ódio) entre os separantes — antes tão amorosos... Nos meus casos ocorre exatamente o contrário: eu sempre deixo meus amores voando, em três principais sentidos. Quais sejam: 1 — Eu as deixo imediatamente, assim que concluímos que nenhuma novidade pode mais haver entre nós. 2 — Eu saio voando, planando, deliciosamente nos braços do vento, e sem sequer olhar para trás. 3 — Elas também ficam voando: exercendo livremente o voo que aprenderam comigo. E amando a própria liberdade ainda mais.

Claro que tem algumas que não sabem voar quando as conheço. Tem mesmo. Muitas. Mas, a primeira coisa que faço com esses meus novos amores não alados é fazer com que lhes cresçam as asas. E que estas sejam maravilhosas, magníficas, enormes, inquebráveis. Quero que esses meus amores adorem voar o próprio voo e que amem fundamente a liberdade. Faço isso porque não quero ter sentimento de culpa quando as abandono lá no Pico. Sei que jamais cairão, pois eu as deixo sempre extremamente capazes de voar. E com suas duas asas abertas...

Só pra finalizar: tem algumas que voam muito melhor do que eu. Aprendo com elas!

7 comentários:

Edson Marques disse...

Esse tema vai longe...
http://mude.blogspot.com.br/2012/05/te-deixarei-voando.html
Ainda estou escrevendo. A madrugada ins-pira!
Continuo sonhando - em todos os sentidos.

Lu Nogfer disse...

Ola Edson!

Apenas hoje encontrei o seu blog e ja me encantei com tudo por aqui!

Ja conhecia a mensagem MUDE que é tremendamente linda!Ja postei um vídeo em um dos meus blogs mas não sabia que era o real autor!
Odeio plágio portanto hoje voltei ao post apenas para atribuir os devidos créditos!
Vou deixar-lhe o link do post:Se quiser aparecer seja muito bem vindo!
http://temosatitude.blogspot.com.br/2010/07/se-quiser-mude.html

Parabéns pela linda mensagem e pelo lindo blog!

Um beijo!

Edson Marques disse...

Madrugada brilhante. São 05h52, e estou acordando e relendo o texto de hoje (ontem). Falta acrescentar algo importante:

Quando as conheço, tem algumas que voam muito melhor do que eu. Aprendo com elas!

Vou agora fazer um café. E continuar pensando em como ficará a igreja que estou reformando. Reformatando. Com arte e alegria. Quero deixar bonito o altar, um painel azul, um púlpito moderno, etc.

É a vida!

VIDA E LIBERDADE disse...

Que texto lindo inspirado pela madrugada!!!!(de ontem/hoje) ... Voar, após fazer alguém feliz e voar sorrindo e mastigando chiclete Tutti frutti...rs...é ... dá mesmo um prazer imenso...poeta!
Fazer pessas felizes, durante sei lá quanto tempo...é alegria suprema...
Deixar que sejam infelizes, com nosso voo é pecado mortal!!!

Te beijo!

Lisa!

Edson Marques disse...

Lu Nogfer,

Que bom que você veio aqui!
Obrigado pelas palavras amáveis.
Irei lá te ver, no teu blog.

Flores...

Edson Marques disse...

Lisa,
Tuas visitas são sempre encantadoras.

Flores...

VIDA E LIBERDADE disse...

MUITO OBRIGADA , POETA... FICO FELIZ ....

MAIS FLORES!