9.5.12

lirios quanticos

Por que os lírios nascem? Eu estava aqui, tomando café e ouvindo pássaros, quando me fiz essa questão. E concluo que os lírios nascem para equilibrar o Universo. Sem esses dois pezinhos de lírio, o Universo hoje estaria penso — penso eu. E as moléculas do seu perfume chegam até o meu cérebro em forma de sinapses, e até o meu peito em forma de suspiros. Como podemos notar, os lírios nascem para equilibrar o universo e dar sentido ao meu próprio coração. Acontece que esse equilíbrio ainda é parcial, pois só se completa, e só existe de verdade, quando teus olhos sorriem para esta minha história fabulosa. É a vida.

4 comentários:

Edson Marques disse...

Por que os lírios nascem? Eu estava aqui, tomando café e ouvindo pássaros, e me fiz essa questão. E concluo que os lírios nascem para equilibrar o Universo. Sem esses dois pezinhos de lírio, o Universo hoje estaria penso – penso eu. E as moléculas do seu perfume chegam até o meu cérebro em forma de sinapses, e até o meu peito em forma de suspiros. Como podemos notar, os lírios nascem para equilibrar o universo e o meu próprio coração. Acontece que esse equilíbrio ainda é parcial, pois só se completa, e só existe de verdade, quando teus olhos sorriem para esta minha história. É a vida.

Este é o original, que escrevi agora de manhã, enquanto tomava (ainda estou tomando) café, ao lados dos pezinhos de lírio. Inspirado como um Van Gogh no seu próprio quadro mais querido...

http://mude.blogspot.com.br/2012/05/lirios-quanticos.html

É a vida.

Realmente, é a vida!!!

Edson Marques disse...

Tento entender a regularidade na forma como nascem as folhas do pé de lírio. Por isso, hoje estou estudando mais um pouco de Fibonacci.
http://pt.wikipedia.org/wiki/N%C3%BAmero_de_Fibonacci
É a vida.

Edson Marques disse...

Eu amo.
Apenas amo.
Não sou fornecedor de exclusividades.

Só em Palavras disse...

Então me levou lírios?
Que encantador.
Amo o perfume deles, uma vez mandei de presente
lírios de cor rosa para um amigo,ele de natureza muito frágil, chorou
de emoção.
Vou por no vaso aqui perto de mim. Brancos?
Esta bem Poeta?