9.4.12

sociedade evangelica

Eu sempre me pergunto por que é que as igrejas evangélicas não publicam balancete. A gente dá o dízimo e não vê a prestação de contas. A gente só ouve o pastor pedir mais dinheiro, mais dinheiro e mais dinheiro — mas não vê a demonstração contábil da operação. Por isso, pretendo fundar uma Igreja diferente. Será uma sociedade anônima sem caixa preta. Quando o fiel se associar, se tornará um sócio, como em toda empresa que se preze. Teremos um departamento de contabilidade. Balancetes mensais serão publicados. Os Livros serão abertos... Os livros contábeis também — e não apenas a Bíblia. Todos os fieis saberão o destino de cada centavo do dízimo que derem. Não podemos deixar a responsabilidade pelas finanças a cargo apenas de Deus. Pois Deus, certamente, tem outros afazeres. E é bom lembrar que até Jesus contratou um contador... A nossa Igreja será devidamente registrada na Junta Comercial, e seu nome será Sociedade Evangélica do Amor a Deus. Ou Igreja Universal da Transparência Divina S.A.

3 comentários:

Edson Marques disse...

Além da igreja, num meus sonhos desta noite, fundei uma nova construtora, cujo nome é belíssimo. Depois de registrá-lo, contarei aqui. Como se vê, eu crio empresas com a mesma facilidade com que escrevo poemas de amor.
É a vida.

Geninha disse...

Amém!

Bjs!

VIDA E LIBERDADE disse...

Amei!!!

beijos