14.2.12

ninguem mais

Ninguém mais tentará escolher meus caminhos.
Ninguém mais vai dizer-me o que eu posso fazer.
Ninguém mais vai dobrar minhas asas de pássaro livre.
Ninguém mais quebrará essas lanças da minha ousadia.
Ninguém mais será dono de mim...

Nenhum comentário: