1.2.12

meditar e ser livre

Meditar, estudar Filosofia — e ser livre — são as três principais coisas na vida de um ser humano. Se não estudarmos um pouquinho de Filosofia, não seremos capazes de analisar as circunstâncias, nem de compreender a vida — e nossas opiniões serão desprovidas de sentido e sensatez. Se também não meditarmos com freqüência, jamais saberemos as razões e as emoções que nos comovem. E sem a tão querida liberdade, sequer teremos coragem de mudar o mundo e a visão que temos dele. Porém, só meditar não basta. Ficar um dia inteiro embaixo de uma árvore, na posição de Lótus, não adianta nada. No máximo, você talvez crie raízes e vire um arbusto. É preciso, de vez em quando, convidar Platão para um jantar romântico, ouvir o que Sêneca e Henry Miller têm pra nos dizer, conversar um pouco com Aristóteles, tomar um vinho branco com Jesus, dançar com Afrodite à luz de velas, visitar o velho Nietzsche — e assim por diante... Mas tudo com muito Amor!

Nenhum comentário: