9.12.11

cacos

Às vezes eu até junto os cacos, meu amor — mas só para não ferir teus pés descalços... Nunca por outras razões.

Nenhum comentário: