13.11.11

corpo escultura

Olho para o teu corpo como se visse a própria Natureza. Um pedacinho dela, mas o mais importante, tenho certeza. Quando eu te toco, ouço música. Vibrante. Altissonante. Quando te acaricio, meu Amor, é como se estivesse refinando uma escultura, cobrindo-a de espírito — e de ternura.

Nenhum comentário: