14.10.11

deus e o big bang

A boa Ciência não explica um fato: descreve-o. Entretanto, muitos cientistas, ao explicar como o mundo foi criado, dizem que, no momento do Big Bang, havia uma “singularidade”, ou seja, um ponto de volume zero e densidade infinita. Que nada continha, mas que, explodindo, gerou o universo inteiro. Gerou todas as galáxias, os bilhões de estrelas, o sistema solar em que vivemos, os elefantes e a praia de Ipanema. Inclusive as borboletas, os passarinhos, e as rosas vermelhas que estão no meu jardim. Acreditar nisso, para mim, é extremamente difícil. A explicação religiosa contida na Bíblia (Gênesis) me parece mais consistente, e, de certo modo, menos inverificável. Portanto, acho melhor acreditar em Deus...

Nenhum comentário: