24.8.11

viagem para dentro

A VIAGEM PARA DENTRO

O trem da vida passa ao teu lado, e você finge que nem vê. Ele apita na curva e você diz que não ouviu. Você passa a vida inteira preparando malas... Você gasta a existência toda arrumando a bagagem, gritando com filhos e carregadores. Gritando com fantasmas e amores, pequeninos, cerceadores. Você vive de cabeça baixa, derrubando sonhos e pacotes, projetos, tentações. Por isso eu agora te pergunto: Quando é que você vai criar coragem — e subir de vez no trem da vida? Quando vai começar tua verdadeira viagem? Quando é que você vai abraçar enfim a Glória e saltar profundo? Quando? Quando?


Dê um click aqui e leia o poema todo: Se não for agora, quando?

Nenhum comentário: