14.5.11

vida sabado

A Vida é um Sábado.

Um grande amor de ontem, um grande amor de hoje — ambos inesquecíveis. Uma garrafa de vinho branco recém-aberta, e eu inclinado a fazer loucuras. Uma tulipa amarela que nunca morre, a tarde que promete amores enormes de amanhã, e o tempo todo do mundo à minha espera. E a Vida me convida pra dançar...
Eu seria injusto se pedisse mais.

Nenhum comentário: