1.3.11

vida vela

Como na fabulosa história chinesa, minha vida é uma vela que queima dos dois lados: vai durar pouco, mas pouco importa, pois seu brilho intenso ilumina a face do meu Amor. E essa luz amada é o primeiro produto dos meus melhores incêndios. Nada a ela hoje se compara neste mundo: a matéria-prima desse brilho ensolarado é a extrema paixão com que executo a sinfonia que trago no peito.

Minha vida, na verdade e no fundo, é uma vela que queima dos três lados: vai durar pouco, mas pouco importa: seu brilho eterno é um relâmpago que ilumina a face, o coração e a alma dos meus amores.

Nenhum comentário: