30.12.08

descubro-me

Descobrindo a vida.

Descubro... que no jardim do meu peito tem um pé de cabeças e uma roseira branca. As cabeças, colho-as porque maduras; e as rosas, porque metáforas.

Descubro... que para dançar numa corda de seda à beira do abismo tem que ser bamba. Descubro ainda que as coisas que hoje mais amo cabem numa calça jeans e na camiseta branca de algodão gostoso que eu uso agora.

Descubro... me!

Nenhum comentário: